O Ecossistema

Semana passada foi lançamento do “novo” iPad. O Tablet, que já era animal, ganhou mais umas “cositas” que o tornou ainda melhor. A resolução, o gerenciamento das fotos. Mas o que estava de olho mesmo era no lancamento da Apple TV. Principamente depois do anúncio recente do Mountain Lion pro Mac. Por quê? Pelo ecossistema que a Apple está cada vez mais correndo atrás. Porque eles sabem que esse é o futuro da tecnologia na vida das pessoas. Não só mais um produto revolucionário, e sim a extensão da experiência do usuário com os produtos existentes e por outro lado ainda fidelizando os clientes. Você pode não estar percebendo, mas as empresas já estão correndo pra isso.

Não entendeu? Foi de propósito :D. vamos por partes.

O que é o Ecossistema?

Como citei nos posts anteriores, hoje em dia as fabricantes perceberam que, além de features,  deve-se valorizar a experiência do usuário com seu dispositivo. E essa experiência se resume a Entrada e Consumo de dados, além da Mobilidade. É, só isso. Mas o pulo do gato atual é prover essas coisas, da forma mais confortável, nas ocasiões corretas e de um modo que seus dados estejam sempre lá. E que você não tenha que se adaptar entre a experiência de utilização entre os dispositivos…que seja completamente fluida e intuitiva. Isso é o que o Ecossistema vem prover.

O Ecossistema são divididos, atualmente em 4 pilares. Coloquei notas pra categorizá-los em termos de experiência, que vão de 0 – Inexistente a 5 – Ótima.

1 – SmartPhone – Consumo de Dados: 2, Mobilidade: 5, Entrada de Dados: 4

O pilar mais móvel. Está sempre com você já que é um telefone. Então, pra não ser desconfortável, deve ser pequeno o suficiente pra ser portátil. Com essa características, é o device perfeito pra fotos eventuais, e consultas rápidas às redes sociais, mensagens e Compromissos. Com seu teclado bem adaptado às mãos, especificamente aos dois polegares, é um bom dispositivo de entrada de dados rápidas. Bom também pra consumo de músicas e utilização de Apps úteis no cotidiano.

Ex.: Nokia Lumia, iPhone, Samsung Galaxy, PS Vita

2 – Tablet – Consumo de Dados: 3, Mobilidade: 4, Entrada de Dados: 3

Pilar também móvel, “pero no mucho”. Tela maior impede de levar no bolso, e a Entrada de Dados não é boa, já que, segurando com as duas mãos, toda a extensão do teclado não é alcançada. Acaba-se usando então com uma mão segurando, outra digitando, geralmente o indicador. Porém a tela maior ajuda a consumir dados melhor do que no SmartPhone, e quase tão bem como no PC. E diferente do PC, ele é muito menos trabalhoso pra se transportar, mesmo dentro de um mesmo ambiente.

Ex.: iPad, Galaxy Tab, um futuro “provável”  Tablet Lumia.

3 – Computador Pessoal/Laptop – Consumo de Dados: 3, Mobilidade: 3, Entrada de Dados: 5

O Pilar ainda menos móvel. Mas como a tela é geralmente maior que do tablet, e a entrada de dados é imbatível, tirando a telecinese. É o mais confortável de se consumir e inserir dados. Mas é chato de transportar. Geralmente, o trabalho corporativo é feito nele, já que geralmente tem um Hardware decente.

Ex.: Macbooks, Laptops Windows, Laptops Linux, Chromebook.

4 – Media Center – Consumo de Dados: 5, Mobilidade: 1, Entrada de Dados: 2

O Pilar praticamente imóvel. Mas tem um consumo de dados como principal foco. No caso, ele é o cara que você vai querer consumir a mídia que você baixou com os outros pilares, como filmes e jogos. Nada melhor do que você sentar no sofá, e ver um filme na sua TV, por exemplo. O único problema é o fato de que Entrada de dados é muito limitada. Até porque você provavelmente vai estar distante. Mas coisas como controle por gestos ou voz, além de poder usar o Celular como controle, melhoram essa experiência.

Ex.: XBox, Apple TV, Google TV, TVs Inteligentes(Samsung, Sony Bravia, LG), Playstation.

A Day in the Life

Então, qual é a grande sacada? A mudança no seu dia-a-dia.

– Em trânsito, use seu smartphone, claro. Redes Sociais, Músicas, Fotos, GPS, até Chat, sempre com você.

– Na sua estação de trabalho,  mudança de contexto pra Laptop. Nesse momento, não é necessário mais nenhum dos outros gadgets. Consumo e inserção de dados de forma confortável.

– Chegou em casa.

Vai ler? Pega o Tablet. Dá pra sentar no Sofá ou na cama e se divertir.

Vai jogar? Se o Media center for um Console de Vídeo-Game, acesse o conteúdo da nuvem, baixe seu jogo e bom divertimento.

Vai ver um filme? Liga o Media Center, prepare uma pipoca e aproveite seu sofá e sua TV de dezenas de polegadas. Ou pegue o tablet, e como o conteúdo está centralizado na nuvem, sente no seu quintal, puxe uma cerveja e have fun.

E como já disse, se você usa os produtos do mesmo ecossistema, seus dados estão sincronizados na nuvem dessa solução. Como exemplo, temos o Skydrive, da Microsoft e o iCloud da Apple. E o modo de interação com o dispositivo sendo o mesmo, a mudança de contexto é imediata. Por isso a Apple está correndo pro Mountain Lion e Apple Tv. Por esse motivo, a Microsoft vai unificar seus pilares pra rodarem todos com o mesmo Windows 8 e a mesma interface Metro.

Então veja o que falta pra completar sua coleção e curtir essa experiência em sua plenitude.

– Se você quer ir pro Ecossistema da Apple, tem que ter um iPhone, um iPad,  a Apple TV e um Mac. Meio caro, mas estão montando direitinho.

– Se preferir o ambiente Microsoft,  Um Laptop com Windows, um X-Box, um Windows Phone e o Tablet Windows. Mais em conta, principalmente se você já tem um PC com Windows. E ainda ganha um video-game de lambuja 😀

– Se quiser ir pro Google…esse ainda tá tentando se encontrar.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: